Barqueiro deita o barco ao rio

Barqueiro deita o barco ao rio,
Barqueiro deita o barco ao mar,
mas olha que o barco vira,
lá no meio do Mira
e eu não sei nadar.

barqueiroFonte da letra e da partitura

 

Anúncios

Nas ondas do teu cabelo

Nas ondas do teu cabelo
Espera que eu vou nadar;
Se o teu cabelo é água,
Para que hei de ir ao mar?

O teu cabelo das fontes
É que me anda a enganar,
Somente os caracóis
Parecem ondas do mar.

LPCP-JAB (147)