Os bravos

Letra e música: popular: Açores
(balada açoreana)

 Cantada por Zeca Afonso in BALADAS E CANÇÕES (1964)

Eu fui à terra do bravo
Bravo meu bem
Para ver se embravecia
Cada vez fiquei mais manso
Bravo meu bem
Para a tua companhia

Eu fui à terra do bravo
Bravo meu bem
Com o meu vestido vermelho
O que eu vi de lá mais bravo
Bravo meu bem
Foi um mansinho coelho

As ondas do mar são brancas
Bravo meu bem
E no meio amarelas
Coitadinho de quem nasce
Bravo meu bem
P’ra morrer no meio delas

Eu fui à terra do bravo
Bravo meu bem
Para ver se embravecia
Quiz bem a quem me quer mal
Bravo meu bem
Quis bem a quem me não queria

Fonte da letra  aqui )

Anúncios

As ondas do mar lá fora

As ondas do mar lá fora
De bravas são amarelas,
Ai da mãe que tem um filho
Para andar em cima delas.

As ondas do mar são brancas
Por dentro são amarelas,
Tristes daqueles que nascem
Para morrer dentro delas.

As ondas do mar são verdes,
As do meio amarelas,
Coitadinho de quem nasce
Para andar no meio delas.
CPP-JLV (I-264)