No meio daquele mar

No meio daquele mar
Anda uma pombinha branca,
Não é pomba, não é nada,
É o mar que se alevanta.
CPP-JLV

No meio daquele mato
‘stá uma pombinha branca;
não é pomba, não é nada:
é o mar que se alevanta.
CM-FCPL

Anúncios